Como reconhecer, previnir e tratar a depressão




Um dos males que mais acomete as pessoas, a depressão se caracteriza por um estado de tristeza continuada, angústia, incapacidade de satisfação e obtenção de prazer. É um distúrbio mental, que altera o funcionamento de determinadas atividades cerebrais, tendo como resultado a interferência sobre a capacidade emocional e física do indivíduo.

Quais os sintomas mais evidentes de uma crise de depressão? Os mais evidentes são: a variação de humor, o qual consiste em permanecer rebaixado; tristeza; desânimo; ansiedade; irritabilidade; cansaço; diminuição da libido; aumento ou perda de apetite; diminuição da concentração; afastamento dos amigos; isolamento; desleixo com a aparência e modo de vestir-se; sono excessivo ou ausência de sono (podendo ser alternados); pensamento suicida e outros.

Se você convive com sintomas assim, ou tem algum familiar, parente ou amigo nesta situação, é preciso procurar auxílio profissional, recorrendo-se a um psicólogo para orientação psicológica e um psiquiatra para orientação medicamentosa. Resultados positivos na cura da depressão, geralmente estão associados a administração de medicamentos de uso controlado, os quais somente podem ser obtidos através de receituário médico específico.

Diferente da tristeza, que é um estado psicológico passageiro, a depressão tem origem neurológica e mantém-se de forma continuada, porém, possui tratamento.

Por que a pessoa pode entrar em uma depressão? Quando ocorre o desequilíbrio de algumas substâncias no cérebro do indivíduo, principalmente a serotonina (neurotransmissor responsável pela comunicação entre os neurônios), a pessoa acaba ficando sensível em reagir de forma adequada aos estímulos do ambiente em que vive, entrando em estado depressivo.




Este estado pode surgir de várias maneiras: perda de uma pessoa querida, sensação de incapacidade frente algum obstáculo, traumas diversos, endividamento, mudança repentina de rotina, doenças, pós-parto e muitas outras causas.

Como se livrar da depressão? Atualmente a depressão é um problema perfeitamente tratável e facilmente curável, o grande problema é que o indivíduo que sofre do transtorno, não reconhece a doença ou simplesmente ignora a procura de ajuda especializada. O tratamento deverá ser obtido junto ao profissional médico, preferencialmente um psiquiatra ou neurologista, o qual irá prescrever o tratamento medicamentoso necessário. O auxílio psicoterápico poderá ser necessário para complementar o tratamento em alguns casos.

Casos de depressão grave, não restabelecida com uso de medicamentos tradicionais, podem ser tratadas com a técnica da estimulação magnética transcraniana repetitiva, a qual, utiliza-se de campos magnéticos para estimular ou atrasar as funções cerebrais.

Outra técnica que pode ser usada em casos de depressão severa, não restabelecida com tratamento medicamentoso, é a técnica da eletroconvulsoterapia, um tratamento à base de pequenos eletrochoques, aplicado na cabeça para alterar a atividade elétrica do cérebro.

Como reverter naturalmente o estado de crise depressiva? Existem muitas atividades que podem evitar que um indivíduo entre em depressão ou ajudar a sair dela quando já afetado. Tomar sol, praticar exercícios físicos e desportivos, alterar o modo de viver, aceitar as coisas erradas do mundo, lutar por um objetivo, respeitar o cônjuge, os pais e filhos; se dê outra chance e tente outra vez, viaje às vezes, convide amigos para almoçar em sua casa às vezes, busque companhia.

E lembre-se: assim como as marés que sobem e descem, ou como o sol que nasce e se põe todos os dias, as coisas que nos atormentam e podem causar depressão, também vem e voltam. Tenha em mente sempre o seguinte ditado: “isso também passará”.

Então relaxe, descanse, e saiba que por maiores que são os problemas, isso também passará.




One Reply to “Como reconhecer, previnir e tratar a depressão”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*