Como prevenir e tratar as estrias

Mais um fator de preocupação na estética feminina, as estrias aparecem quando ocorre a ruptura das fibras de colágeno e elastina, presentes na parte mais profunda da pele (derme). O aparecimento é devido a alterações hormonais ou devido a fortes distensões nesta parte da pele, como por exemplo, casos de gravidez, de obesidade e na adolescência, devido ao rápido crescimento dos tecidos nesta fase da vida.

Maneiras de prevenir o surgimento de estrias:

Basicamente fazer hidratação de forma rotineira, todos os dias, com uso de cremes hidratantes que contenham, entre outros hidratadores, colágeno, elastina e óleos vegetais.

Hábitos alimentares adequados também são essenciais para prevenir o surgimento de estrias, o qual, deve ter na composição, essencialmente colágeno e vitamina C. O colágeno deve ser consumido até três vezes ao dia, de forma habitual e continuada, é encontrado em praticamente todos os alimentos que contenham proteínas, como grãos, carnes, ovos, leite e seus derivados, fontes de ômega-3 (linhaça, e alguns peixes), nozes, castanhas, folhas escuras, lentilha, levedo de cerveja, gelatina hidrolisada e outros.

Como o organismo não “quebra” totalmente essas proteínas, de maneira a ser totalmente absorvidas pelo organismo, o que gira em torno de 20% de absorção, sendo, portanto, interessante o consumo de alguns alimentos hidrolisados (como gelatina hidrolisada), o que libera o aminoácido hidroxiprolina, a qual produz colágeno dentro do organismo.

A vitamina C é grande auxiliar na síntese de fibras de colágeno, por isso, sua ingestão também é indispensável para a prevenção das estrias. A vitamina C, nome popular do ácido ascórbico, é encontrada em vários tipos de alimentos, principalmente em alimentos cítricos, como laranja, limão e outros, também é encontrada em morangos, mamão, kiwi, manga, pimentão, brócolis, couve, ervilhas, batatas e outros.

Se você tentou todos os métodos naturais, como alimentação e cremes, mas ainda sofre por causa das estrias, o caminho deverá ser o tratamento clínico. Alguns profissionais produzem tratamentos baseados na terapia ortomolecular, onde garantem que o resultado na eliminação de estrias é maior que 99%.

O tratamento convencional também é efetuado de várias maneiras em clínicas de estética, através dos mais vários métodos, com aplicação de ácido retinóico no local, para estimular o aparecimento de células novas; aplicação de luz pulsada; aplicação de decapagem contendo ácido retinóico; laser e outros.

Somente a avaliação correta pelo profissional, que leva em consideração o tipo e idade das estrias, é que pode sugerir qual o melhor método para tratamento clínico.

As estrias podem ser do tipo avermelhadas e finas (recentes). Avermelhadas e grossas (recentes). Peroladas e finas (antigas). Peroladas e grossas (antigas).

One Reply to “Como prevenir e tratar as estrias”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*