Tudo o que você precisa saber sobre o fogão a gás

O fogão a gás é um dos eletrodomésticos mais populares que se tem conhecimento, isso já virou regra. Ele existe para se encaixar em todas as classes sociais e com modelos feitos para agradar a todos os gostos e se integrar a qualquer tipo de ambiente.

O número de queimadores, as populares “bocas”, certamente é a primeira característica que se leva em consideração quando se pensa em comprar um fogão a gás. O número de queimadores, na quantidade de quatro, cinco ou seis são os padrões que predominam na cozinha dos consumidores. Mas há opções também para 1 ou 2 queimadores, entre outros.

O fator segurança é uma das características que mais preocupa os fabricantes, preocupação esta que requer atenção sempre vista bem de perto, não somente pelos fabricantes, mas, por todos nós, consumidores. O gás butano não pode circular, em hipótese alguma, por aparelhos danificados ou com vazamentos, devido ao alto grau de periculosidade que pode se formar dentro das casas.

O seu fogão precisa ter uma área especialmente destinada para ele dentro do ambiente. Não deve ser colocado próximo a produtos inflamáveis, como álcool, tecidos, cortinas, madeiras e outros. Não o deixe “colado” às paredes, afaste-o a pelos menos 5 centímetro dessas e de outros móveis. Verifique se próximo ao fogão não exista entrada de vento que atue sobre os queimadores, pois, poderá apagar as chamas e favorecer o escapamento de gás.

Os fornos dos fogões autolimpantes são constituído de material capaz de eliminar a gordura no revestimento interno. Isso acontece à altas temperaturas, em reação com o esmalte de revestimento e a gordura que se impregna nas paredes. Por segurança, o queimador do forno possui uma válvula que “trava” a passagem de gás pelo mesmo por questões de segurança. Para manter a chama é preciso pressionar o acendedor e mantê-lo pressionado por alguns segundos, até o aquecimento se consolidar e garantir o fogo.

O acendedor automático foi a novidade que mais foi aprovada pelos consumidores após o lançamento desta função. Ninguém resiste a um fogão a gás sem acendimento automático. A faísca produzida por energia elétrica é mais econômica do que um palito de fósforo e muito mais eficiente, além de ser um procedimento rápido, seguro e limpo, sem nenhum prejuízo ao meio ambiente.

Uma invenção bem bolada para os fogões é a funcionalidade de poder regular o tamanho da chama. Todos os fogões têm pelo menos dois níveis de fogo em cada um dos queimadores. Modelos mais avançados e no queimador do forno, o nível da chama pode ser regulada facilmente pelo botão da válvula, em vários níveis, para os diversos tipos de cozimento.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS