Redação de vestibular. Para fazer, é só começar

Fazer a redação do vestibular é uma das melhores partes que o concurso tem a oferecer. É a possibilidade de obter pontos valiosos, usando a própria maneira de pensar e a habilidade de escrever. Para fazer uma boa redação é preciso iniciá-la.

Pegar o tema dá um nó no cérebro. Não se sabe o que será solicitado, então, é preciso ler, entender e organizar as ideias e… começar o texto. Esse é o ponto que inquieta o candidato: iniciar o texto, como? Por onde? Sempre faltam palavras e a frase fica meio sem sentido. Mas é só iniciar, logo, as ideias começam a surgir loucamente na cabeça.

Captar a mensagem do tema, o ponto fundamental da redação. Não é uma tarefa difícil, nada pode ser tão subjetivo a ponto de não se compreender a ideia central de um tema. Muitas vezes, os temas podem ser propostos por imagens, às vezes uma simples frase, outras vezes, um texto de página inteira. Entender o tema proposto de uma redação não é tão subjetivo como interpretar as parábolas pregadas por Cristo.

Um esforço feito para alguns examinadores e ninguém mais verá sua redação. São muitas as redações de vestibulares excelentes, com ideias e argumentos dignos de recompensa, além de uma nota excelente mas, é avaliado por dois ou três professores, a nota será boa, mas o texto logo será arquivado e, futuramente, eliminado. A obra de gênios poderá estar sendo jogada fora. Assim é o vestibular.

Perceba como o texto das revistas, dos jornais impressos e televisivos são apresentados para nós. Nada de palavras difíceis, de termos desconhecidos, de vocabulário impossível. O melhor é usar palavras normais, não palavras de baixo nível, apenas palavras normais. Imagine-se contanto uma história qualquer para seus amigos, se todos compreendem o que você diz, então, está de bom tamanho para a redação.

Nunca entre como personagem na redação, a menos que você seja requisitado a isso, a redação, principalmente a dissertação, deve ser redigida em terceira pessoa, fique de fora, não use expressões como “penso que isso seja realmente cruel ao mundo em que vivemos…”

Engrenar na redação faz as ideias aflorarem, depois é preciso reciclar bem as frases, montar parágrafos bem claros, com o seu modo de pensar, organizar uma introdução, um argumento, uma conclusão e, o título, bem objetivo, resumindo em pouquíssimas palavras todo o conjunto da obra. Verifique as normas cultas da língua portuguesa ao escrever. Pode entregar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*