Fobia social, a dificuldade do relacionamento público e interpessoal

A fobia social, é um transtorno psíquico, caracterizado por produzir, em determinadas pessoas, uma extrema dificuldade em manter uma vida social normal, de maneira que, as pessoas que possuem este transtorno, sentem-se confortáveis quando estão na solidão e no isolamento, em detrimento a atividades onde seja necessária a convivência social. Existem alguns métodos utilizados que podem atenuar os sintomas desta fobia, dando ao indivíduo uma condição de vida mais prática e normal, ou até mesmo a cura.

Alguns psiquiatras definem a fobia social como um caso de timidez extrema, uma vez que os sintomas frequentemente são similares, no entanto, as causas e conseqüências dos dois distúrbios não são os mesmos, de modo que, a fobia social raramente é eliminada sem o auxílio de medicamentos e o devido tratamento, enquanto a timidez é um distúrbio considerado, não necessariamente, como um transtorno mental característico.

Alguns sintomas provocados pela fobia social:

Intensa ansiedade em grupos sociais; erubescência; suor e suar frio em determinadas situações sociais; grande temor de ser avaliado de forma negativa por outras pessoas; temor de ser visto como uma pessoa fraca ou ansiosa; qualquer situação que gere um pensamento de desconforto ao ter que executar alguma atividade social, como por exemplo, procurar um dentista, um advogado, um engenheiro, entrar em uma lanchonete comprar um lanche, entre outros.

Algumas situações que podem deixar o indivíduo fóbico social em pânico:

Falar em público; andar na rua; fazer chamadas telefônicas ou atender o telefone; iniciar conversa; participar de festas; iniciar um relacionamento amoroso; dar opiniões ou defender as próprias opiniões; falar com autoridades; escrever em público; fazer e responder perguntas ou dar opiniões em sala de aula, palestras entre outros.

O tratamento da fobia social, com o auxílio de um profissional psiquiatra, é a forma mais adequada para obtenção de resultados positivos na melhora dos sintomas. É importante que o fóbico e seus familiares entendam que, sem o auxílio de um profissional especializado em transtornos como este (psiquiatra), dificilmente se chegará à cura ou a uma melhora significativa dos sintomas.

Diferente do que muitas pessoas imaginam, o psiquiatra é um médico especializado no tratamento dos diversos tipos de sofrimentos mentais, e não um médico destinado a tratar pessoas loucas ou anti-sociais. Portanto, não há nada de errado a qualquer pessoa buscar a ajuda de um psiquiatra, quando têm algum distúrbio de ordem psicológica mais acentuada, como os casos de fobia em geral.

Para o tratamento, o psiquiatra irá definir qual a melhor método para cada caso, podendo indicar a administração de medicamentos que atuam sobre a serotonina ou outros, poderá lhe indicar concomitantemente psicoterapia através de um profissional psicólogo, entre outras medidas. O melhor seria se o indivíduo obtivesse a opinião de pelo menos dois médicos, de modo a iniciar um tratamento com aquele que mais lhe proporcionou confiança e segurança.

Procure obter do médico uma resposta correta: o que eu tenho é fobia social ou é uma timidez? Procure saber como é feito o tratamento, quais os custos de medicamentos e psicoterapia entre outros. Decida-se em tratar-se com o profissional que melhor lhe transmite a máxima confiança durante o procedimento.

Vale lembrar que o SUS também oferece diversos serviços e profissionais da área, de modo que, é possível obter auxílio gratuitamente na rede pública de saúde.

Um dos maiores sintomas que o fóbico social possui, é o que os médicos chamam de “ansiedade antecipatória”. Por exemplo, se o indivíduo necessita procurar um dentista para tratar um dente, acaba ficando com aquele pensamento na cabeça, não tendo sossego até o momento de executar sua missão, isso quando não desistem antes de fazê-la.

[ Clique aqui ] e leia o depoimento de uma pessoa que tem fobia social, o que ela fez para se livrar do transtorno.

[ Clique aqui ] e faça um teste online para calcular se você tem fobia social.

Fobia social, timidez exagerada, não tem graça, tem tratamento. O primeiro passo é o indivíduo reconhecer que possui a tão temida fobia, depois confirmá-la e tratá-la com o auxílio de um profissional da saúde qualificado e, assim, ter uma vida normal e saudável, tanto pessoal como na sociedade.

4 Replies to “Fobia social, a dificuldade do relacionamento público e interpessoal”

  1. tenho fobia social , descobri que tenho ja faz 4 anos e ainda estou nessa é muito ruim saber que tenho e ainda não consegui . me livrar. mais no momento não estou fazendo tratamento nem estou tomando remedio ,o pior é querer fazer o tratamento e ter que esperar pela rede publica . mas já estive muito pior . além de tudo ainda tem as cobranças para trabalhar ,e ninguém entende e pensão que é frescura ,se eu quiser eu saro da noite para o dia ,mas se fosse assim eu iria querer estar nessa ?
    eu nunca saio de casa e dependo do meu marido para ir ao mercado ,farmacia e etc

  2. Bom dia. Após passar por vários especialistas, e, sem chegar a uma conclusão correta. Só agora lendo e procurando artigos sobre a fobia social,é que reconheço que a maioria dos sintomas que se apresentam, se encaixam perfeitamente no que sinto e convivo. Irei imediatamente procurar ajuda, pois,está em jogo a minha vida pessoal e profissional.

  3. Bom dia amigos,gostei muito em fazer esse teste observei que estou muito doênte pois o meu grau foi muito grande chegou a ficar em 65a70%gostaria de saber como faço para mim tratar,qual o especialista especifico para fazer uma avaliação,pois até para mim escrever tenho dificuldade,pois tenho meto de até escrever,no mais um abraço espero pela sua resposta.

    • Amigo, quem trata fobia social é o psiquiatra e o psicólogo. Não fique com medo do termo psquiatra, ele vai ser necessário para receitar medicamentos que irão lhe auxiliar. O tratamento precisa ser continuado com um psicoterapeuta. Procure ou peça para alguém de sua família marcar uma consulta, antes com o psiquiatra, depois, com um psicólogo. O SUS mantém esses serviços de graça, vá em frente, não pare, lute que você sairá dessa, ok?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*