O fim do vhs, do dvd e do Blu-ray

Bons tempos aqueles que iamos nas locadoras, nos divertiamos em passar momentos agradáveis escolhendo filmes fantásticos os quais eram disponibilizados nas inesquecíveis fitas vhs. E o vídeo cassete, todo morderno, avançava, retrocedia, calculava o tempo restante do filme, que fascínio era o vídeo cassete.

A explosão digital que se anunciava deu um grande susto no vídeo vhs, provavelmente se o vhs pensasse ele estaria pensando mesmo em sua própria extinção a exemplo do que ocorreu com seu parente próximo, o disco de vinil.

A invenção do DVD veio selar a tendência inevitável e o fim do video cassete, aconteceu como que se fosse uma extinção em massa após a explosão de uma bomba atômica.

O DVD revolucionou, imagem impecável, som cristalino, magia nova no ar, diversão em dose dupla, em apreciar o filme e controlar o aparelhinho repleto de tecnologia. Ainda tínhamos o fascínio de ir até a locadora e escolher os fimes prediletos para levarmos e assistir no conforto da casa.

Nem mesmo deu tempo para os donos de locadoras investirem todo o dinheiro que tinham para renovar o estoque do vhs para o DVD e já chegou o tal do Blu-ray, será um novo investimento, agora novamente trocar todos os DVDs pelas novas mídias de Blu-ray.

Mas o que está assombrando os proprietários de vídeo locadoras é um concorrente nada convencional. Seria a pirataria? Um pouco. Mas a principal concorrente é a nossa tão querida internet. Hoje não há filme que não esteja disponível para download na rede. O mesmo exemplo, acontece com o cd, claro.

Infelizmente um realidade que gerar prejuízos e dor de cabeça a todos os envolvidos profissionalmente neste meio. O mundo é uma bola que pode decretar o fim daquilo que acreditamos ser insuperável. Os fãs do antigo império romano que o digam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*